Lugar de namorar é na TV

ich bin kunst

Lugar de namorar é na TV

Postby Ronin!! » Wed Feb 28, 2007 3:14 pm

Lugar de namorar é na TV


Na vida tudo se copia e pouco se cria. Bem, a frase não é exatamente essa, mas consegue provar que certas coisas nunca mudam, principalmente na televisão brasileira. Sempre ouvi falar do horário nobre, que, por auto-dedução significaria um espaço de tempo onde as emissoras exibiriam o que tem de melhor. A TV Funk exibiria "Popozão Mix", a TV Universal exibiria "Se livrando do Encosto" e a TV Política exibiria "Sex in the Capital City", estrelando Clodovil Hernandes. Oras e também bolas. O horário nobre da TV brasileira já não é grande coisa, mas quando comparado ao horário Malhação, aí as coisas mudam, e bastante.

Hoje, o horário Malhação, que corresponde os programas exibidos após o horário "Vovózona" (dotado de programas como Casos de Família e de Fofocas de gente coesa como Leão Lobo e derivados) é lotado de progamas "tipo" Namoro na TV. Na vida tudo se copia mesmo. Hoje, a Record tem seu programa de namoro (com dose extra no sábado, com Márcio Garcia), assim como o SBT. Eu sou das antigas, do tempo do Silvio e o Bambu, por isso sou mais conservador, um quase Paulo Francis. Antigamente as coisas eram um bocadinho mais românticas. Silvio Santos coordenava momentos clássicos no primeiro Namoro na TV.

O sujeito Zé, que amava a moçoila Catarina, não tinha coragem declarar o seu amor. O tio Astolfo, batuta que só ele, aconselhava Zé, para que este mandasse uma carta para o namoro na TV. Zé o fazia. A produção, muitas vezes formada por pessoas estressadas e workaholicas (tá bom, eu sei que essa frase nem existia nos anos 80)se emocionava com o casos que deixavam o casal de o Vento Levou e aquela casal chato do Titanic a ver navios.Catarina comprava o vestido mais bonito de toda cidade e ía ao programa. A produção contratava Jassa para dar um trato no cabelo de Catarina enquanto a cidade inteira párava pra ver o evento do século. O show começava com a salva de palmas. O apresentador chamava Catarina e fazia perguntas óbvias. Ela, por sua vez, dizia sequer imaginar quem seria o admirador secreto.

Muitas vezes, Catarina podia ser a filha do fazendeiro mais poderoso da paróquia. Ela se decepcionava completamente com o maltrapilho e soltava um não categórico e político...mas um não. Milhões de pessoas assistiam a degola do pobre rapaz. Dava pra gravar o programa e assistir em slow-motion, só para sentir o exato momento em que o coração de um homem é dilacerado em milhões de pedaços. Por outro lado, às vezes a Catarina aceitava o Zé. Eles iriam passar uma micro lua-de-mel em algum lugar bonito (com tudo pago pela produção). Também produziriam um vídeo romântico de gosto duvidoso, com uma trilha sonora de gosto mais duvidoso ainda.

E por falar em trilha sonora, como esquecer do bailinho? Muitas vezes, o programa usava a tática da paquera via binóculo: enquanto as mocinhas olhavam para os homens, talvez enxergando o homem de seus sonhos, os rapagões se concetravam nos decotes e sonhavam com uma cruzada de perna fatal, à lá Sharon Stone em "Instinto Selvagem".
.
Enfim, os anos se passaram. Nos dias atuais tudo é mais especial. Os vestidos comportados deram lugar às roupas quase "Fashion Week". Os penteados boi-lambeu deram lugar ao gel Bozano e aos moicanos. Camisas Fernandinho não existem mais, pois o bacana é usar algo da GAP, Diesel, Von Dutch ou outra dessas grifes (mesmo que tenha sido compradas no bacião de alguma loja da 25 de Março).Outra coisa que não muda nessa história são as encalhadas. Essas sempre serão as mesmas e se dividem em duas espécies distintas. A primeira espécie é a "Loucaspra pegarmachus". Essa espécime se caracteriza pela vontade de arranjar alguém. Sendo assim, o que vier é lucro, não importa. O outro espécime, é a "Mocréias metidas". Por mais que sejam flácidas, arrogantes e aspirantes a BBB, elas sempre, sempre dão um jeito de mostrar que estão na crista da onda. Rejeitam os fulanos usando desculpas clássicas como "Ele mora longe", "Ele não tem meu estilo" e "Hoje não". São mulheres que não pegariam nem resfriado andando nuas no Alasca, mas tem seu ego massageado quando encaram uma câmera de TV e um bando de pretendentes.Vale lembrar que as mulheres da segunda espécime tem uma voz tão irritantes quanto aquele som de giz frisado contra lousa. Enfim, o tempo passou, o modo de vestir mudou. A liberação sexual, o Orkut e o Calypso surgiram. Lula foi eleito, descobriram quem matou Odette Hoittman, o Curintia ganhou um título internacional mas algumas coisas não mudaram.

O namoro na TV continua cafona, as pessoas que participam, apesar de se acharem descoladinhas, continuam cafonas e o mundo continua com uma certa cafajestice cafona. Procurar um amor na TV talvez seja estranho, mas é um risco que algumas pessoas se dão o direito de correr. A tv brasileira que está lotada de "exes" da vida (ex-BBB, ex-Casa dos Artistas, ex-nintefa que virou lésbica, ex-prostituta que encontrou a paz na igreja) não mudou. Faustão e Gugu atestam a cafonice. Os homens continuam cafonas já que ainda inda utilizam cantadas como "De que castelo saiu essa princesa?" ou "De que caixa saiu esse bombom?", sem falar dá clássica "A cachorrinha tem telefone"?O século é 21.

Tudo é moderno, mas as relações amorosas na TV se dão de um jeito piegas. O amor das novelas, com suas excentricidades ou não, também se dá da forma clássica: o mocinho sempre fica com a mocinha. É pra isso que o povo torce. Todos querem ver o final feliz (teve gente que odiou Central do Brasil pelo final "ruim"). E assim se faz o amor na TV . Como cantava Elis Regina, nós ainda somos os mesmos e vivemos como nossos pais, ainda torcemos pelo final feliz no namoro na tv, e por mais que negamos, esse tipo de programa ainda nos atrai. Talvez sejamos um pouco mais descolados e sofitiscados, mas quando o assunto é amor e tv ainda somos a mesma coisa. Pensando bem, as coisas eram melhoeres antes, já que pelo menos antes não haviam ex-BBBs nem ex-affairs de pagodeiros exigindo exames de DNA em rede nacional.

Bah...E tem gente que acredita em evolução humana.
User avatar
Ronin!!
A Surveillance Camera?
A Surveillance Camera?
 
Posts: 958
Joined: Fri Jun 13, 2003 3:07 pm
Location: Campinas/São Paulo

Postby kraDFJJ » Wed Feb 28, 2007 3:16 pm

um dia uqe eu tiver tempo eu começo a ler seus topicos ronin
ImageImage
oi oi
User avatar
kraDFJJ
Kratástrofe
Kratástrofe
 
Posts: 488
Joined: Thu Sep 21, 2006 9:22 pm

Postby Ronin!! » Wed Feb 28, 2007 7:20 pm

O próximo tópico será A-B-C.

Não tem 1, 2, 3 porque o Michael Jackson ficou branco.
:D

Bronko...o blog é o el marronzito

http://elmarronzito.blogspot.com

Se tudo der certo, em 2008 to trampando em Sampa...ae vou levar o texto na casa de vocês, junto com o leiteiro e o padeiro. :)
User avatar
Ronin!!
A Surveillance Camera?
A Surveillance Camera?
 
Posts: 958
Joined: Fri Jun 13, 2003 3:07 pm
Location: Campinas/São Paulo

Postby MrLost » Tue Mar 06, 2007 10:12 pm

Se eu tenho tempo. Se o bronko tem.
Enfim.
Cacete ronin, esqueci como eu curtia seus textos.
Estadão de domingo mor.
Nossa. saudades de um tempo que não volta mais.
"se mate. sério, a segunda vez sempre da certo."
User avatar
MrLost
4 8 15 16 23 42
 
Posts: 17509
Joined: Tue Nov 05, 2002 9:47 am
Location: I´m Fuckin´ LOST - Stupid!

Postby Flea_Bass » Mon May 07, 2007 2:46 am

Nossa senssacional, o texto!!! Parabéns!!
Esses programas do Portioli e do Marcio Garcia são realmente muito toscos... nunca tinha pensado nessa "evolução" que esses tipos de programa tiveram...



Dava pra gravar o programa e assistir em slow-motion, só para sentir o exato momento em que o coração de um homem é dilacerado em milhões de pedaços.


Momento Ralf Wigun? :D
hehehehhe
I believe this heart of mine
When it tells my eyes that this is beauty
I believe this heart of mine
When it tells my mind that this is reason
I believe this heart of mine
When it cries at time that this is forever
I believe this heart of mine
When it tells the skies that this is the face of God
User avatar
Flea_Bass
Broto de Feijão
Broto de Feijão
 
Posts: 24
Joined: Fri Jul 01, 2005 1:39 am

Postby Ronin!! » Sat Jun 16, 2007 1:01 pm

who the fuck are you?


Sou sem Vampeta.... :love:
User avatar
Ronin!!
A Surveillance Camera?
A Surveillance Camera?
 
Posts: 958
Joined: Fri Jun 13, 2003 3:07 pm
Location: Campinas/São Paulo

Postby EvilAlone » Mon Aug 20, 2007 4:31 pm

Falar da tv aberta me da nausea, o horario "nobre" em que nobre perde o sentido literal da palavra.
As pessoas se preocupam mais com o que passa na tv do que como tornar suas vidas menos miseraveis.
Bom texto.
Buuuuum.
User avatar
EvilAlone
Numinosidade Correligionária
Numinosidade Correligionária
 
Posts: 1748
Joined: Tue Nov 05, 2002 2:53 pm


Return to die kunst

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron